logo sicoob azul

 

Associe-se conosco
A Cooperativa de Crédito de Livre Admissão do Estado do Pará – Sicoob Cooesa. – SICOOB COOESA, constituída em 13 de maio de 1994, neste estatuto designada simplesmente de Cooperativa, é instituição financeira não bancária, sociedade cooperativa de responsabilidade limitada, de pessoas, físicas e jurídicas, nos termos da legislação vigente; pelos atos normativos editados pelo Conselho Monetário Nacional e pelo Banco Central do Brasil; por este Estatuto Social; pelas normas e diretrizes de atuação sistêmica estabelecidas pelo Sicoob Confederação; pelas normas internas próprias; e pela regulamentação da cooperativa central a que estiver associada.

Como posso me associar?

Para tornar o processo mais simples você deve imprimir e preencher o formulário abaixo de Solicitação de Inclusão em nossa cooperativa. Após isso faça-nos, por favor, uma visita com este formulário devidamente preenchido e com os documentos necessários para sua associação.

Solicitação de Inclusão – Pessoa Física   Clique aqui

Solicitação de Inclusão – Pessoa Jurídica  Clique aqui
Os documentos necessários para associação são:

Pessoa Física

RG;

CPF;

Comprovante de endereço (com menos de três meses);

Comprovante de renda (referente ao mês mais recente).
Pessoa Jurídica

Dos resposnsáveis pela Empresa

Para cada responsável é necessário o preenchimento da Solicitação de Inclusão – Pessoa Física; ico Clique aqui

Documentos acima citados para Pessoa Física.
Da Empresa

Ata da Constituição;

Estatuto/Contrato Social;

CNPJ;

Ata de Eleição da Diretoria;

Último Balanço.

Se preferir entrar em contato eletrônico conosco clique aqui.
Quais os meus Direitos e Deveres* enquanto sócio da SICOOB COOESA?

SEÇÃO I – DOS DIREITOS

Art. 7° São direitos dos associados:

I.    tomar parte nas Assembleias gerais, discutir e votar os assuntos que nelas forem tratados, ressalvadas as disposições legais ou estatutárias em contrário;

II.    ser votado para os cargos estatutários, desde que atendidas as disposições legais e regulamentares pertinentes;

III.    propor medidas que julgar convenientes aos interesses sociais;

IV.    beneficiar-se das operações e dos serviços prestados pela Cooperativa, de acordo com este estatuto e com as regras estabelecidas pela Assembleia Geral e pelo Conselho de Administração;

V.    examinar e pedir informações atinentes às demonstrações financeiras do exercício e demais documentos a serem submetidos à Assembleia Geral;

VI.    retirar capital, juros e sobras, nos termos deste estatuto;

VII.    tomar conhecimento dos regulamentos internos da Cooperativa;

VIII.    desligar-se da Cooperativa quando lhe convier.

Parágrafo Único. A igualdade de direito dos associados é assegurada pela Cooperativa, que não pode estabelecer restrições de qualquer espécie ao livre exercício dos direitos sociais.
SEÇÃO II – DOS DEVERES E DAS OBRIGAÇÕES

Art. 8° São deveres e obrigações dos associados:

I.    subscrever e integralizar as quotas-parte de capital;

II.    satisfazer pontualmente os compromissos perante a Cooperativa, reconhecendo todos os instrumentos contratuais firmados;

III.    cumprir as disposições deste estatuto e dos regulamentos internos  respeitando as deliberações tomadas pelos órgãos sociais da cooperativa;

IV.    zelar pelos interesses morais e materiais da Cooperativa;

V.    cobrir sua parte nas perdas apuradas, nos termos deste estatuto;

VI.    não desviar a aplicação de recursos específicos obtidos na Cooperativa para finalidades não previstas nas propostas de empréstimos e permitir ampla fiscalização da aplicação;

VII.    movimentar, economias e poupanças próprias na Cooperativa, preferencialmente.
Art. 9° O associado responde subsidiariamente pelas obrigações contraídas pela Cooperativa perante terceiros, até o limite do valor das quotas-parte do capital que subscreveu e o montante das perdas que lhe caibam na proporção das operações que tiver realizado com a Cooperativa, perdurando essa responsabilidade até quando forem aprovadas, pela Assembleia Geral, as contas do exercício em que se deu sua eliminação, exclusão ou demissão.

§ 1º A responsabilidade do cooperado somente poderá ser invocada, depois de judicialmente exigida pela Cooperativa;

§ 2º As obrigações contraídas com a Cooperativa por associado que venha a falecer e aquelas oriundas das responsabilidades como associado, em face de terceiros, passam aos herdeiros, prescrevendo, porém, após um ano contado do dia de abertura da sucessão.

Art. 10° O associado que aceitar e estabelecer relação empregatícia com a Cooperativa perderá o direito de votar e ser votado, readquirindo esse direito após aprovadas as contas do exercício social em que houver deixado o emprego.

*Parte integrante do Estatuto Social da SICOOB COOESA. Para conhecer a versão completa  Click aqui.